Formação inicial de professores: propiciando conexões significativas por meio de projetos de estágio

Palavras-chave: Formação de professores, estágio supervisionado, conhecimento pedagógico do conteúdo

Resumo

Uma das formas de propiciar uma formação inicial em que teoria e prática estejam integradas é garantir a realização de um estágio supervisionado, em que exista uma real parceria entre a Instituição de Ensino Superior e a Escola de Educação Básica. Reconhecendo assim a importância do estágio, pode-se questionar quais outras atividades realizadas pelos licenciandos ao longo do curso podem potencializar as reflexões geradas durante sua realização. Neste estudo exploratório, realizado ao longo de 2018 com 77 alunos matriculados na disciplina Projetos de Estágio do curso de Licenciatura em Matemática do Instituto de Matemática e Estatística da Universidade de São Paulo, investigou-se que outras atividades desenvolvidas anteriormente no curso influenciaram este grupo na realização das tarefas propostas na disciplina. Foi identificado que as atividades mais significativas são as que envolvem o conhecimento pedagógico do conteúdo, conhecimento este que tem ganhado espaço nas discussões recentes sobre formação inicial e continuada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Barbara Corominas Valério, Universidade de São Paulo

Doutora em Matemática pela Universidade de São Paulo. Professora do Programa de Pós-Graduação do Mestrado Profissional em Ensino de Matemática e do Programa de Pós-Graduação em Matemática da Universidade de São Paulo.

Referências

ALARCÃO, I. Reflexão crítica sobre o pensamento de D. Schon e os programas de formação de professores. In: ALARCÃO, I. (Org.). Formação reflexiva de professores: estratégias de supervisão. Porto Editora, 1996. p. 9-39.

GATTI, B.; BARRETO, E. S. S.; ANDRE, M. E. D. A. Políticas docentes no Brasil: um estado da arte. Brasília: UNESCO, 2011.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5. ed São Paulo. Atlas, 2012.

VALÉRIO, B. C.; CANDIDO, C. C. Programa de Estágio Supervisionado: uma real integração entre Universidade e Escola da Educação Básica. In: XV Conferência Interamericana de Educação Matemática, 2019, Medelin - Colômbia. Proceedings da XV CIAEM, 2019. p. 1-7.

VALÉRIO, B. C.; VIEIRA, D. M. Projetos de Estágio: uma articulação entre formação inicial e continuada de professores. In: DAVIS, C. (Gisela Lobo Tartuce; Patrícia Albieri Almeida). (Org.). Prêmio Rubens Murillo Marques 2018: Experiências docentes em licenciaturas. Fundação Carlos Chagas, 2018, v. 55, p. 09-39.

RAMOS, M. A.; GONÇALVES, R. E. As narrativas autobiográficas do professor como estratégias de desenvolvimento e a prática da supervisão. In: ALARCÃO, I. (Org.). Formação reflexiva de professores: estratégias de supervisão. Porto Editora, 1996. p. 123-150.

SHULMAN, L. S. Those who understand: Knowledge growth in the teaching. Educational Researcher,Washington, US, v. 15, n. 2, p. 4 - 14, 1986.

ZEICHNER, K. Repensando as conexões entre a formação na universidade e as experiências de campo na formação de professores em faculdades e universidades. Educação, Santa Maria, v. 35, n. 3, p. 479-504, set./dez. 2010

Publicado
2020-11-21
Como Citar
Corominas Valério, B. (2020). Formação inicial de professores: propiciando conexões significativas por meio de projetos de estágio . Revista De Educação Matemática, 17, e020053. https://doi.org/10.37001/remat25269062v17id460
Seção
Artigos Científicos