Materiais lúdicos como instrumentos de ensino-aprendizagem-avaliação de análise combinatória no Ciclo de Alfabetização

  • Sandra Cristina Martini Rostirola Instituto Federal Catarinense.
  • Ivanete Zuchi Siple Universidade Estadual de Santa Catarina - UDESC.
Palavras-chave: Resolução de Problemas. Ciclo de Alfabetização. Raciocínio Combinatório.

Resumo

Este texto é oriundo de um trabalho de investigação sobre jogos cooperativos, como instrumento de Ensino-Aprendizagem-Avaliação de Análise Combinatória no Ciclo de Alfabetização, desenvolvido no Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências, Matemática e Tecnologias da Universidade do Estado de Santa Catarina. Aqui, descrevemos e analisamos uma das práticas presentes na referida pesquisa, na qual foram utilizados materiais lúdicos de visualização, como instrumentos didáticos na abordagem da Metodologia de Ensino-Aprendizagem-Avaliação de Matemática (ONUCHIC; ALLEVATO, 2014) no desenvolvimento do Raciocínio Combinatório no Ciclo de Alfabetização, envolvendo estudantes do 3º ano do Ensino Fundamental de uma escola pública do Meio Oeste Catarinense. Os resultados alcançados indicam contribuições positivas dessa Metodologia associada a materiais lúdicos de visualização para o desenvolvimento cognitivo do aluno, no que tange a aprendizagem de Análise Combinatória. Além disso, as atividades possuem a intencionalidade de oportunizar experiências que permitam a construção de significados e apreensão de conceitos matemáticos que levem ao desenvolvimento do Raciocínio Combinatório ampliando as possibilidades para o letramento estatístico, dentro de uma perspectiva de valorização da ludicidade e do universo infantil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sandra Cristina Martini Rostirola, Instituto Federal Catarinense.

Mestra em Ensino de Ciências, Matemática e Tecnologias, pelo Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências Matemática e Tecnologias - PPGECMT da UDESC/CCT, Licenciada em Matemática pela Universidade do Oeste de Santa Catarina - UNOESC. Atua como Técnica em Assuntos Educacionais do Instituto Federal Catarinense (IFC) ligada ao Departamento de Desenvolvimento Educacional.

Ivanete Zuchi Siple, Universidade Estadual de Santa Catarina - UDESC.

Professora adjunta do Departamento de Matemática do Centro de Ciências Tecnológicas da Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC.

Licenciada em Matemática pela Universidade Federal de Santa Catarina- UFSC, mestre e doutora em Engenharia de Produção -UFSC e pós-doutora em Educação Matemática pelo Institut National de Recherche Pédagogique-INRP, Lyon-França. 

Referências

ALMEIDA, I. A. T. A didática de Malba Tahan: alunos como solucionadores criativos de problemas. Remat: Revista de Educação Matemática, São Paulo, v. 15, n. 19, p. 345-352, mai. /ago. 2018. Disponível em: http://www.revistasbemsp.com.br/index.php/REMat-SP/article/view/112/pdf. Acesso em 04 fev. 2020.

AZEVEDO, J; BORBA, R. Apostila de apoio ao professor voltada para o ensino da Combinatória. UFPE, Recife, 2010. Disponível em: https://drive.google.com/file/d/0B3nOb_rG1DUhMEFfTVdROWFIMlE/edit. Acesso em 04 fev. 2020.

BORBA, R. Vamos combinar, arranjar e permutar: aprendendo combinatória desde os anos iniciais de escolarização. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, 13. 2013, Curitiba. Anais eletrônicos... Curitiba, 2013. Disponível em: http://sbem.iuri0094.hospedagemdesites.ws/anais/XIENEM/pdf/2201_2170_ID.pdf. Acesso em 05 fev. 2020.

BORIN, J. Jogo e resolução de problemas: uma estratégia para as aulas de matemática. 6ª ed. Centro de Aperfeiçoamento do Ensino de Matemática – Instituto de Matemática e Estatística da USP: São Paulo, 2007.

BRASIL. Base Nacional Curricular Comum. Secretaria de Educação Básica: Brasília: MEC, SEB, 2017. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=79611-anexo-texto-bncc-aprovado-em-15-12-17-pdf&category_slug=dezembro-2017-pdf&Itemid=30192. Acesso em: 31 jan. 2017.

CARROLL, L. Alice no País das Maravilhas. Porto Alegre/RS: L&PM, 2013.

INHELDER, B.; PIAGET, J. Da lógica da criança à lógica do adolescente. São Paulo: Pioneira, 1976.

NUNES, C. B; SANTANA, E. R. S.. Resolução de problemas: um caminho para fazer e aprender matemática. Acta Scientiae. Editora da ULBRA, VOL. 19, Nº 01, 2017. Disponível em: http://www.periodicos.ulbra.br/index.php/acta/article/view/2136/2273. Acesso em: 01 fev. 2020.

ONUCHIC, L. R.; ALLEVATO, N. S. G. Ensino-Aprendizagem-Avaliação de Matemática: porque através da Resolução de Problemas? In: NOGUTI, F. C. H.; JUSTULIN, A. M.. Resolução de Problemas: teoria e prática. Jundiaí/SP: Paco Editorial, 2014. Cap. 2, p. 35-52.

ONUCHIC, L. R. A RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS NA EDUCAÇÃO MATEMÁTICA: ONDE ESTAMOS E PARA ONDE IREMOS? In: IV Jornada Nacional de Educação Matemática e XVII Jornada Regional de Educação Matemática. Universidade de Passo Fundo, Maio 2012. Disponível em: http://anaisjem.upf.br/download/cmp-14-onuchic.pdf. Acesso 02 fev. 2020.

PESSOA, C; BORBA, R. Desenvolvimento do Raciocínio Combinatório na Escolarização Básica. Em Teia: Revista de Educação Matemática e Tecnológica Iberoamericana, Recife, v. 1, n. 1, 2010. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/index.php/emteia/article/view/2182. Acesso em 04 fev. 2020.

_________________. Quem dança com quem: o desenvolvimento do raciocínio combinatório de crianças de 1ª a 4ª série. ZETETIKÉ – Cempem – FE – Unicamp – v. 17, n. 31 – jan/jun – 2009. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/zetetike/article/view/8646726. Acesso em 02 fev. 2020.

PIRONEL, M. A avaliação integrada no processo de ensino-aprendizagem da Matemática. Dissertação (Curso de Pós-graduação em Educação Matemática) – Universidade Estadual Paulista – UNESP, Rio Claro, SP, 2002.

ROSTIROLA, S.C.M. Caderno de Atividades Lúdicas: combinando, arranjando e permutando no Ciclo de Alfabetização. Disponível em: http://educapes.capes.gov.br/handle/capes/431025. Acesso em 27 jan. 2020.

_____________. Jogos cooperativos como instrumento de ensino-aprendizagem-avaliação de análise combinatória no ciclo de alfabetização. 2018. 160p. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências, Matemática e Tecnologias) CCT – Udesc, Joinville, SC, 2018.

SILVA, M. J. C. O jogo como estratégia para a resolução de problemas de conteúdo matemático. Psicol. esc. educ., Campinas , v. 12, n. 1, p. 279-282, jun. 2008 . Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-85572008000100021&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 04 fev. 2020.

SMOLE, K. DINIZ; M. I.; CÂNDIDO, P. Cadernos do Mathema: Ensino Fundamental: Jogos de Matemática de 1° a 5° ano. Artmed: São Paulo, 2007.

VALE, I. Resolução de problema um tema em contínua discussão: vantagens das Resoluções Visuais. In: Perspectivas para Resolução de problemas. ONUCHIC, L. R.; JUNIOR, L.C. L.; PIRONEL, M. (ORGs). Editora: Livraria da Física: SP, 2017.

Publicado
2020-05-01
Como Citar
Rostirola, S. C. M., & Siple, I. Z. (2020). Materiais lúdicos como instrumentos de ensino-aprendizagem-avaliação de análise combinatória no Ciclo de Alfabetização. Revista De Educação Matemática, 17, e020016. https://doi.org/10.37001/remat25269062v17id258
Seção
Seção Temática: Resolução de Problemas na Educação Matemática