Adaptação no roteiro da Metodologia de Ensino-Aprendizagem-Avaliação de Matemática do GTERP para ensinar Cálculo Diferencial e Integral através da Resolução de Problemas

  • Eliane Bihuna de Azevedo Universidade do Estado de Santa Catarina.
  • Pedro Manuel Baptista Palhares Universidade do Minho.
  • Elisandra Bar de Figueiredo Universidade do Estado de Santa Catarina.
Palavras-chave: Metodologia de Resolução de Problemas, Ensino de Cálculo, Limite por definição.

Resumo

A Metodologia de Ensino-Aprendizagem-Avaliação de Matemática através da Resolução de Problemas é uma estratégia didática em que o estudante assume um papel mais ativo e comprometido com a sua aprendizagem e, o professor, de mediador dos processos de ensino e de aprendizagem. No Brasil, o Grupo de Trabalhos e Estudo em Resolução de Problemas (GTERP) é atuante e desenvolve pesquisas que visam atingir o ambiente escolar e, para tanto, seus integrantes costumam utilizar um roteiro com orientações referentes a forma de como o professor pode implementar tal metodologia. A terceira versão deste roteiro é constituída por dez atividades e pode ser utilizada em qualquer nível de ensino. No entanto, ao adotar este esse roteiro para ensinar conteúdos de Cálculo Diferencial e Integral no Ensino Superior sentimos a necessidade de realizar algumas adequações nele para que fosse possível ensinar através da resolução de problemas e cumprir o plano de ensino da disciplina respeitando o calendário acadêmico. Este trabalho é um recorte de uma pesquisa de doutorado que visava desenvolver estratégias para inserir a metodologia de ensino-aprendizagem-avaliação de Matemática para ensinar conteúdos de Cálculo Diferencial e Integral nos horários regulares de aula. O objetivo deste texto é exemplificar como, na prática, a metodologia de Resolução de Problemas foi implementada a partir das orientações do roteiro do GTERP. Para tanto, apresentaremos e relataremos a tarefa proposta para abordar a definição formal de limite. Por fim, estabeleceremos um comparativo do roteiro do GTERP com o que de fato foi aplicado. As adequações nesse roteiro satisfizeram as nossas necessidades e cremos que preservaram a essência do que vem a ser uma aula cujo objetivo seja ensinar através da Resolução de Problemas.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eliane Bihuna de Azevedo, Universidade do Estado de Santa Catarina.
Doutora em Ciências da Educação pela Universidade do Minho. Professora do Departamento de Matemática do Centro de Ciências Tecnológicas da Universidade do Estado de Santa CatarinaDoutora em Ciências da Educação pela Universidade do Minho. Professora do Departamento de Matemática do Centro de Ciências Tecnológicas da Universidade do Estado de Santa CatarinaDoutora em Ciências da Educação pela Universidade do Minho. Professora do Departamento de Matemática do Centro de Ciências Tecnológicas da Universidade do Estado de Santa CatarinaDoutora em Ciências da Educação pela Universidade do Minho. Professora do Departamento de Matemática do Centro de Ciências Tecnológicas da Universidade do Estado de Santa Catarina     
Pedro Manuel Baptista Palhares, Universidade do Minho.
Doutora em Matemática pela Universidade Federal de São Carlos. Professora do Departamento de Matemática do Centro de Ciências Tecnológicas da Universidade do Estado de Santa Catarina e do Programa de Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional.    
Elisandra Bar de Figueiredo, Universidade do Estado de Santa Catarina.
  

Referências

ABDELMALACK, Andrea. O ensino-aprendizagem-avaliação da derivada para o curso de Engeharia através da Resolução de Problemas. Dissertação de Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática, Universidade Cruzeiro do Sul, São Paulo, 2011.

ALLEVATO, Norma Suelly Gomes; ONUCHIC, Loudes de la Rosa. R. Ensino-Aprendizagem-Avaliação de Matemática: por que Através da Resolução de Problemas? In: ONUCHIC, L. R.; ALLEVATO, N. S. G.; NOGUTI, F. C. H.; JUSTULIN, A. M. Resolução de Problemas: Teoria e Prática. (35 – 52). Jundiaí/SP: Paco, 2014.

ALLEVATO, Norma Suelly Gomes; ONUCHIC, Lourdes de la Rosa. As conexões trabalhadas através da Resolução de Problemas na formação inicial de professores de matemática. REnCiMa, São Paulo, v. 10, n. 2, p. 01-14, 2019.

ALMEIDA, Lourdes Maria Werle de; FATORI, Luci Harue; SOUZA, Luciana Gastalfi Sardinha. Ensino de cálculo: uma abordagem usando Modelagem Matemática. Revista Ciência e Tecnologia. São Paulo, v. 10, 2010.

ANDRADE, Cecilia Pereira de; ONUCHIC, Lourdes de la Rosa. Perspectivas para a Resolução de Problemas no GTERP. In: ONUCHIC, L. R.; LEAL JR, L. C.; PIRONEL, M. (org.). Perspectivas para a Resolução de Problemas. (443-466). São Paulo: Livraria da Física, 2017.

AZEVEDO, Eliane Bihuna de. Vivenciando a metodologia de ensino-aprendizagem-avaliação através da Resolução de Problemas nas aulas de Cálculo Diferencial e Integral. Tese de doutorado. Universidade do Minho, Braga, Portugal, 2019.

AZEVEDO, Eliane Bihuna de; FIGUEIREDO, Elisandra Bar de; PALHARES, Pedro Manuel Baptista. Um panorama sobre as pesquisas brasileiras relacionadas com o ensino e a aprendizagem de cálculo com ênfase em Resolução de Problemas. VIDYA (SANTA MARIA. ONLINE), v. 39, p. 153-178, 2019.

ARDOSO, Dienifer Tainara. Resolução de problemas e o software geogebra no ensino e aprendizagem de otimização de funções. (Dissertação de Mestrado profissional em Ensino de Ciências, Matemática e Tecnologias), Universidade do Estado de Santa Catarina, Joinville, 2018.

FERREIRA, Nilton Cezar ; SILVA, Lilian Esquinelato da; MARTINS, Egidio Rodrigues. Resolução de Problemas no Ensino Superior. In: ONUCHIC, L. R.; LEAL JR, L. C.; PIRONEL, M. (org.). Perspectivas para a Resolução de Problemas. (189 – 219). São Paulo: Livraria da Física, 2017.

GUIMARÃES, Henrique Manuel. Pólya e as capacidades matemáticas. In: Educação e Matemática. Lisboa: Associação de Professores de Matemática, n.114, p. 28-35. Nota biográfica da entrevista de George Pólya cedida à Jeremy Kilpatrick, 2011.

NCTM. Uma agenda para a acção. Lisboa: APM, 1985. (Tradução portuguesa do original de 1980).

NOGUTI, Fabiane Cristina Höpner. Um curso de Matemática Básica através da Resolução de Problemas para os ingressantes da Universidade Federal do Pampa – Campus Alegrete. (Tese de Doutorado em Educação Matemática), Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2014.

ONUCHIC, Lourdes de la Rosa; ALLEVATO, Norma Suely Gomes. Pesquisa em Resolução de Problemas: caminhos, avanços e novas perspectivas. Bolema. 25(41), 73-98. Rio Claro, São Paulo, 2011.

ONUCHIC, Lourdes de la Rosa. Ensino-aprendizagem de Matemática através da resolução de problemas. In: Bicudo, M. A. V. (Org.). Pesquisa em Educação Matemática. (199-220). São Paulo: Editora UNESP, 1999.

PAGANI, Érica Marlúcia Leite; ALLEVATO, Norma Suely Gomes. O trabalho com derivadas no Ensino Médio através da Resolução de Problemas: aspectos da avaliação. REnCiMa, 7(1), 86 – 101, 2016.

POLYA, George. A arte de resolver problemas: um novo aspecto do método matemático. Tradução e adaptação Heitor Lisboa de Araújo. Rio de Janeiro, Interciência, 2006.

RAFAEL, Rosane Cordeiro; ESCHER, Marco Antonio. Evasão, baixo rendimento e reprovações em Cálculo Diferencial e Integral: uma questão a ser discutida. VII Encontro Mineiro de Educação Matemática. Juiz de Fora, Minas Gerais, 2015. Disponível em: https://px-r.top/PYXkE. Acesso em: 19 jun 2019.

SABATKE, Jéssica Meyer. Construção do conceito de limite: ideias e contextos. (Trabalho de Graduação em Licenciatura em Matemática). Universidade Estadual de Santa Catarina, Joinville, 2016

SCHROEDER, T. L.; LESTER JR, F. K. (1989) Developing Understanging in Mathematics via Problem Solving. In: P. R. Trafton (Ed.) New Directions for Elementar School Mathematics. National Conuncil of Teachers of Mathematics, Reston, VA:NCTM, 31 – 42.

SILVA FILHO, Roberto Leal Lobo e.;MONTEJUNAS, Paulo Roberto; HIPÓLITO, Oscar; LOBO, Maria Beatriz de Carvalho Melo. A Evasão no Ensino Superior Brasileiro. Cadernos de Pesquisa, 37(132), 641 – 659, 2007.

STEWART, James. Cálculo. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, vol. 1, 7ª ed., 2013.

VALE, Isabel; PIMENTEL, Teresa. (2004). Resolução de Problemas. In: Pedro Palhares e outros (coord.) Elementos de Matemática para professores do Ensino Básico. (7-51). Lisboa: LIDEL, 2004.

Publicado
2020-05-01
Como Citar
Bihuna de Azevedo, E., Baptista Palhares, P. M., & Bar de Figueiredo, E. (2020). Adaptação no roteiro da Metodologia de Ensino-Aprendizagem-Avaliação de Matemática do GTERP para ensinar Cálculo Diferencial e Integral através da Resolução de Problemas. Revista De Educação Matemática, 17, e020012. https://doi.org/10.37001/remat25269062v17id252
Seção
Seção Temática: Resolução de Problemas na Educação Matemática