O ensino de Transformações Geométricas: uma análise dos cadernos do aluno e do professor do Estado de São Paulo

  • Natalia Nascimben Delmondi Universidade Federal do ABC
  • Vinícius Pazuch Universidade Federal do ABC
Palavras-chave: documentos curriculares, conhecimento do professor, aprendizagem matemática.

Resumo

As transformações geométricas compõem um conteúdo matemático relevante, pois podem mobilizar nos estudantes inúmeras habilidades de raciocínio, além de propiciar a introdução e a compreensão de outros conceitos matemáticos. Sendo assim, este artigo tem como questão diretriz: Como é apresentado o conteúdo matemático de transformações geométricas nos materiais curriculares do Estado de São Paulo? O objetivo é o de analisar e discutir a abordagem utilizada para o ensino das transformações geométricas nos Cadernos do Aluno e Cadernos do Professor do Estado de São Paulo. Estes materiais são brevemente apresentados, em conjunto com o Currículo Oficial do Estado de São Paulo e a discussão da relação dos professores com estes materiais e de como esta relação pode interferir no ensino e na aprendizagem. Como procedimentos metodológicos, selecionaram-se duas situações de aprendizagem dos Cadernos e quatro critérios de análise. Os resultados das análises das situações de aprendizagem – uma para os anos finais do Ensino Fundamental e outra destinada para o Ensino Médio – mostraram que os Cadernos do Aluno e do Professor do Estado de São Paulo fornecem poucos subsídios para que os professores explorem os conteúdos de transformações geométricas e demandam  a utilização de outros materiais didáticos; que as tarefas propostas, embora relacionadas a outros conteúdos matemáticos, não são de cunho investigativo e criam lacunas na aprendizagem do conteúdo matemático de transformações geométricas; e que outras pesquisas, cursos e grupos de formação de professores são importantes para  ampliar o seu conhecimento de abordagens para o ensino e a aprendizagem deste tópico matemático.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Natalia Nascimben Delmondi, Universidade Federal do ABC

Atualmente cursando Licenciatura em matemática pela Universidade Federal do ABC. Possui graduação em Bacharelado em Dança pela Universidade Estadual de Campinas (2010).

Vinícius Pazuch, Universidade Federal do ABC
Professor Adjunto A, do Centro de Matemática, Computação e Cognição (CMCC), da Universidade Federal do ABC. Doutor em Ensino de Ciências e Matemática na Universidade Luterana do Brasil (2014). Mestre em Educação nas Ciências (2010) na Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul. Licenciado em Matemática (2007) na Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões. Atualmente é professor permanente do Programa de Pós-Graduação em Ensino e História das Ciências e da Matemática. É segundo Secretário da Sociedade Brasileira de Educação Matemática (SBEM) e Editor da Revista Internacional de Pesquisa em Educação Matemática (RIPEM). Líder do Grupo de Pesquisa FORTEMAT - Formação de Professores e Tecnologias Digitais em Educação Matemática. Atua nos seguintes temas na Pesquisa em Educação Matemática: formação continuada de professores que ensinam matemática; conhecimentos profissionais mobilizados por professores que ensinam matemática; os processos de ensinar e de aprender geometria na Educação Básica; o uso de tecnologias digitais; grupos colaborativos como espaços de formação e de aproximação da universidade com a Escola de Educação Básica.

Referências

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Matemática. Brasília-DF, 1998.

CASSIARI, E. R. Potencialidades e fragilidades na implementação do “Caderno do Professor” e “Caderno do Aluno” da rede estadual de São Paulo. São Paulo: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2011.102 f. (Dissertação de Mestrado).

CATANZARO, F. O. O Programa São Paulo Faz Escola e suas apropriações no cotidiano de uma escola de ensino médio. São Paulo: Programa de Pós-Graduação em Educação, Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, 2012. 126 f. (Dissertação de Mestrado).

FIAMENGUI, G. Impactos do Projeto São Paulo Faz Escola no trabalho do professor. Santos: Programa de Mestrado em Educação, Universidade Católica de Santos, 2009. 134f. (Dissertação de Mestrado).

MARSCHALL, J.; FIOREZE, L. A. GeoGebra no ensino das transformações geométricas: uma investigação baseada na teoria da negociação de significados. Porto Alegre: UFRGS, 2015.

PONTE, J. P. da. Tarefas no ensino e na aprendizagem da Matemática. In: PONTE, J. P. da (Org.). Práticas profissionais dos professores de Matemática. Lisboa: Universidade de Lisboa, 2014.

SÃO PAULO. Secretaria da Educação do Estado de São Paulo. Currículo do Estado de São Paulo: Matemática e suas tecnologias. 1. ed. São Paulo: SE, 2012.

______. Caderno do aluno: Matemática (Ensino Fundamental II e Ensino Médio, v. 1 e 2). São Paulo: IMESP, 2014a.

______. Caderno do professor: Matemática (Ensino Fundamental II e Ensino Médio, v. 1 e 2). São Paulo, IMESP, 2014b.

______. Unificação do currículo escolar. Professores e alunos contam com material focado na unificação do currículo escolar e na qualidade do ensino. 2008. IN: São Paulo faz Escola. Disponível em: .

STYLIANIDES, G. J. Guidance offered to teachers in curriculum materials. International Journal of Science and Mathematics Education, Taiwan, v. 6, n. 1, p. 191-215, 2007.

WAGNER, E. Construções geométricas. 6. ed. Rio de Janeiro: SBM, 2007.

Publicado
2019-05-01
Como Citar
Delmondi, N. N., & Pazuch, V. (2019). O ensino de Transformações Geométricas: uma análise dos cadernos do aluno e do professor do Estado de São Paulo. Revista De Educação Matemática, 16(22), 210 - 231. https://doi.org/10.25090/remat25269062v16n222019p210a231
Seção
Artigos Científicos