Fibonacci e a explicação de um paradoxo

  • Maria Dolores Ceccato Mendes Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Fibonacci, Ensino e Aprendizagem, Materiais Manipulávies

Resumo

O movimento mundial mostrando a preocupação de se adequar o ensino da matemática ao interesse do aprendiz aponta muitas vezes para a necessidade da utilização de materiais didáticos alternativos e motivadores. Com essa preocupação, grande tem sido a divulgação de materiais manipuláveis, tais como quebra-cabeças e jogos de toda sorte. Sem dúvidas, a utilização desse tipo de material, quando criteriosa, só pode contribuir para o sucesso do ensino e da aprendizagem. É uma estratégia de valorização da matemática através da motivação que provoca tanto no aluno quanto no professor, desejosos de abordagens mais abrangentes e dinâmicas para suas aulas. Mormente nos dias atuais, em que os recursos de apelo visual dos meios de comunicação competem tão ostensivamente com a escola formal. As abordagens de ontem, calcadas apenas na natureza axiomática e dedutiva da matemática (especialmete da geometria), devem, com pressa, dar lugar a uma postura mais voltada para o interesse, com apelo à experiência sensorial do aluno, respeitando o modo peculiar de organização do raciocínio em cada nível de desenvolvimento. Porém, diga-se com ênfase, nunca deverá ser absolutamente informal, sob pena de incorrer em erros fatais. O processo lógico-dedutivo deve sempre coroar qualquer argumentação no contexto de uma situação de ensino.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Dolores Ceccato Mendes, Universidade de São Paulo
Possui graduação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho(1973), mestradopela Universidade Federal de São Carlos(1985) e doutorado pela Universidade Estadual de Campinas(1989). Atualmente é PROFESSOR DOUTOR da Universidade de São Paulo e PROFESSOR ASSISTENTE II da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Atuando principalmente nos seguintes temas:Conservacao, Nivel de Desenvolvimento, Operatoriedade.

Referências

.

Como Citar
Mendes, M. D. C. Fibonacci e a explicação de um paradoxo. Revista De Educação Matemática, 6(4), 15 - 18. Recuperado de https://revistasbemsp.com.br/REMat-SP/article/view/128
Seção
Artigos Científicos