O problema dos camelos numa história em quadrinhos: reflexões e construção de saberes docentes

Gabriela dos Santos Barbosa, Alzir Fourny Marinhos, Alexandre Herculano Ferreira Freitas

Resumo

Este artigo tem como objetivo identificar os saberes docentes construídos por quatro estudantes de licenciatura em matemática ao analisarem as potencialidades didáticas de uma história em quadrinhos que apresenta o clássico problema dos 35 camelos de Malba Tahan. Os sujeitos desta pesquisa são estudantes do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) de uma fundação educacional situada na zona oeste do Rio de Janeiro. Trata-se de uma pesquisa qualitativa em educação que, devido ao número reduzido de sujeitos e às especificidades do contexto, caracterizou-se como um estudo de caso. Para coleta dos dados, acompanhamos quatro encontros do programa. Neles, os estudantes tiveram oportunidade de resolver o problema, ler uma história em quadrinhos que o descreve, planejar, realizar e refletir sobre a realização de uma atividade que visa discutir o problema com alunos do sexto ao nono ano da escola municipal onde são estagiários. Fundamentam a pesquisa as ideias de Tardif sobre os saberes docentes. Segundo ele, os saberes docentes são bastante diversificados e podem ser classificados em saberes da formação profissional, saberes disciplinares, curriculares e existenciais. São destacados aqui os saberes disciplinares e curriculares. Nos saberes disciplinares reconhecemos as crenças e concepções dos estudantes sobre a matemática e o seu ensino e foram predominantes as visões instrumental, absolutista e logicista da matemática. Nos saberes curriculares são enfatizados os documentos oficiais que orientam o ensino e percebemos o desenvolvimento de uma visão crítica em relação aos Parâmetros Curriculares Nacionais de matemática para o terceiro e quarto ciclo do Ensino Fundamental e aos materiais didáticos oficiais da rede municipal do Rio de Janeiro no que concerne ao ensino de frações. Nossos sujeitos salientam a necessidade de uma abordagem mais clara e profunda dos significados que podem ser associados às frações.

 

Palavras-chave: saberes docentes; licenciatura em matemática; frações.

 

THE PROBLEM OF CAMELS IN A HISTORY IN A COMICS: REFLECTIONS AND CONSTRUCTION OF TEACHING KNOWLEDGE

 

Abstract

 

This article aims to identify the teaching knowledge built by four undergraduate students in mathematics when analyzing the didactic potential of a comic book that presents the classic problem of the 35 camels of Malba Tahan. The subjects of this research are students of the Institutional Program of Initiation to Teaching Grants (PIBID) of an educational foundation located in the western zone of Rio de Janeiro. It is a qualitative research in education that, due to the small number of subjects and the specificities of the context, was characterized as a case study. For data collection, we follow four meetings of the program. In them, students had the opportunity to solve the problem, read a comic book that describes it, plan, perform and reflect on the accomplishment of an activity that aims to discuss the problem with students from the sixth to the ninth year of the municipal school where they are trainees. The research is based on the ideas of Tardif on the teaching knowledge. According to him, the teaching knowledge is quite diverse and can be classified into knowledge of professional training, disciplinary, curricular and existential knowledge. Disciplinary and curricular knowledge are highlighted here. In the disciplinary knowledges we recognize the students' beliefs and conceptions about mathematics and its teaching and were predominant the instrumental, absolutist and logicist views of mathematics. In curricular knowledge we emphasize the official documents that guide the teaching and we perceive the development of a critical vision regarding the National Curricular Parameters of mathematics for the third and fourth cycle of Elementary School and the official didactic materials of the municipal network of Rio de Janeiro in the which concerns the teaching of fractions. Our subjects emphasize the need for a clearer and deeper approach to the meanings that can be associated with fractions.

 

 

Keywords: teacher knowledge; bachelors degree in mathematics; fractions.

 

EL PROBLEMA DE LOS CAMELOS EN UNA HISTORIA EN CUADRINOS: REFLEXIONES Y CONSTRUCCIÓN DE SABERES DOCENTES

 

Resumen

 

Este artículo tiene como objetivo identificar los saberes docentes construidos por cuatro estudiantes de licenciatura en matemáticas al analizar las potencialidades didácticas de un cómic que presenta el clásico problema de los 35 camellos de Malba Tahan. Los sujetos de esta investigación son estudiantes del Programa Institucional de Becas de Iniciación a la Docencia (PIBID) de una fundación educativa situada en la zona oeste de Río de Janeiro. Se trata de una investigación cualitativa en educación que, debido al número reducido de sujetos ya las especificidades del contexto, se caracterizó como un estudio de caso. Para la recolección de los datos, acompañamos cuatro encuentros del programa. En ellos, los estudiantes tuvieron la oportunidad de resolver el problema, leer un cómic que lo describe, planificar, realizar y reflexionar sobre la realización de una actividad que busca discutir el problema con alumnos del sexto al noveno año de la escuela municipal donde son pasantes. Fundamentan la investigación las ideas de Tardif sobre los saberes docentes. Según él, los saberes docentes son bastante diversificados y pueden ser clasificados en saberes de la formación profesional, saber disciplinares, curriculares y existenciales. Se destacan aquí los saberes disciplinarios y curriculares. En los saberes disciplinarios reconocemos las creencias y concepciones de los estudiantes sobre las matemáticas y su enseñanza y fueron predominantes las visiones instrumental, absolutista y logicista de las matemáticas. En los saberes curriculares se enfatizan los documentos oficiales que orientan la enseñanza y percibimos el desarrollo de una visión crítica en relación a los Parámetros Curriculares Nacionales de matemáticas para el tercer y cuarto ciclo de la Enseñanza Fundamental ya los materiales didácticos oficiales de la red municipal de Río de Janeiro que se refiere a la enseñanza de fracciones. Nuestros sujetos subrayan la necesidad de un enfoque más claro y profundo de los significados que pueden ser asociados a las fracciones.

 

Palabras clave: conocimientos docentes; licenciatura en matemáticas; fracciones.

Palavras-chave

saberes docentes; licenciatura em matemática; frações.

Texto completo:

PDF

Referências

ALRØ, H.; SKOVSMOSE, O. Diálogo e aprendizagem em educação matemática. Belo Horizonte: Autêntica, 2006. apud NACARATO, A. M.; MENGALI, B. L. S.; PASSOS, C. L. B. A matemática nos anos iniciais do ensino fundamental: tecendo fios do ensinar e do aprender. 2. ed. – Belo Horizonte: Autêntica, 2015.

ARAÚJO, J. L.; BORBA, M. C. Construindo pesquisas coletivamente em Educação Matemática. In: BORBA, M. C.; ARAÚJO, J. L. (orgs.). Pesquisa Qualitativa em Educação Matemática. Belo Horizonte: Autêntica, 2013, p. 31-51.

ALARCÃO, I. Professor-investigador: Que sentido? Que formação? In: CAMPOS, B. P. (Org.). Formação profissional de professores no ensino superior. v. 1, Porto: Porto Editora 2001. p. 21-31.

BARTH, B. O saber em construção – para uma pedagogia da compreensão. Coleção Horizontes Pedagógicos, Instituto Piaget, Lisboa, Portugal: 1993.

BRITO, A. J.; ALVES, F. T. O. Profissionalização e saberes docentes: análise de uma experiência em formação inicial de professores de Matemática. In: NACARATO, A. M.; PAIVA, M. A. V. (Org.). A formação do professor que ensina Matemática: perspectivas e pesquisas. 3. ed. – Belo Horizonte: Autêntica, 2008, p. 27-42.

BRUNER, J. Actual Minds, Possible Words. Cambridge: Harvard University Press, 1986.

D’AMBRÓSIO, U. Transdisciplinaridade. São Paulo: Palas Athenas, 2002.

________. Prefácio. In: BORBA, M. C.; ARAÚJO, J. L. (orgs.). Pesquisa Qualitativa em Educação Matemática. Belo Horizonte: Autêntica, 2013, p. 11-22.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2013.

GOLDENBERG, M. A arte de pesquisar: como fazer pesquisa qualitativa em Ciências Sociais. X. Ed. Rio de Janeiro: Record, 1999.

HEIJENOORT, J. (1967). From Frege to Gödel: a source book in mathematical logic, 1879−1931 (em inglês). Cambridge, Massachusetts: Harvard University Press

LÜDKE, M.; ANDRÉ, M. Pesquisa em Educação: abordagens qualitativas. São Paulo: Editora EPU, 2014.

NACARATO, A. M.; MENGALI, B. L. S.; PASSOS, C. L. B. A matemática nos anos iniciais do ensino fundamental: tecendo fios do ensinar e do aprender. 2. ed. – Belo Horizonte: Autêntica, 2015.

NÓVOA, A. Para uma formação de professores construída dentro da profissão. Revista de Educación, n. 350, set./dez. 2009, pp. 203-218. Disponível em: .

PATTO, M. H. S. A produção do fracasso escolar. Histórias de submissão e rebeldia. São Paulo: T.A. Queiroz, 1990.

PIAGET. J. Epistemologia genética. São Paulo: Martins Fontes, 2002.

PIMENTA, S. G. O estágio na formação de professores: unidade teoria e prática. 5 ed. São Paulo: Cortez, 2002.

RON, R. R. D. Planejamento de Ensino e Avaliação da aprendizagem. Revista Eletrônica de Educação e Tecnologia do SENAI-SP. ISSN: 1981-8270. v.4, n.8, mar. 2010.

SERRAZINA. L. A formação para o ensino da matemática: perspectivas futuras. Educação. Matemática em Revista – SBEM, ano 10, n. 14, p. 67-73, 2003.

TAHAN, M. O Homem que Calculava. Rio de Janeiro, Record, 2010.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis, Rio de Janeiro: Vozes, 2014.

THOMPSON, A. Teachers’ beliefs and conceptions: a synthesis of the research. In: GROUWS, D. A. (Ed.) Handbook of research on mathematics teaching and learning, p. 127-146. New York, NY: Macmillan, 1992.

VERGNAUD, G. A criança, a matemática e a realidade: problemas do ensino da matemática na escolar elementar. Trad. Maria Lucia Moro. Curitiba: UFPR Press, 2009.

VYGOTSKY, L. S. A pré-história da linguagem escrita. A formação social da mente. São Paulo: Martins Fontes, p. 119-134, 1984.

YIN. R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 3 ed., Porto Alegre: Bookman, 2005.

ZORZAN, A. S. L.; Ensino-Aprendizagem: Algumas tendências na educação matemática. In: GÜLLICH, R. I. C (Org.). Educar pela pesquisa: Formação e processos de estudo e aprendizagem com pesquisa, 2007.


Visualizações do PDF:

66 views


Visualizações do Resumo:

124 views

Apontamentos

  • Não há apontamentos.
-->
Tema: Mpg. Customizado por: Articloud